sábado, 28 de janeiro de 2012

Reforma catalítica

No craqueamento as moléculas são quebradas visando a produção de moléculas menores do que resultam frações mais leves. Na reforma as moléculas são alteradas estruturalmente sem serem quebradas.  Na reforma catalítica as parafinas são transformadas em naftenos e estes, por sua vez em aromáticos. Nestas transformações há produção de hidrogênio.  As reações pode ser escritas da seguinte forma

image

image

Se a parafina fosse o hexano, a primeira reação a transformaria em ciclo hexano e a segunda transformaria o ciclo hexano em benzeno. Inevitavelmente, ocorrem hidrocraqueamento de parafinas e naftenos. Os aromáticos são estáveis.  Hidrocraqueamento é o craqueamento na presença de hidrogênio que será descrito alhures. A reforma catalítica é praticada com dois objetivos: alterar uma propriedade da fração reformada, por exemplo, a octanagem, ou produzir insumos petroquímicos, por exemplo, benzeno, tolueno, orto, meta e para-xileno, etc. A matéria prima mais usada são as naftas leve e pesada.

A temperatura deve se situar acima de 450º C e não deve exceder  540º C.  Operando no limite superior a 10 atmosfera consegue-se a conversão total dos naftenos em aromáticos. A reação é endotérmica e energia deve ser introduzida no processo. O catalisador é sólido e o reator é de leito fixo. A reação é conduzida numa bateria de reatores de leito fixo

image

A nafta é levada para uma fornalha onde é aquecida até alcançar a temperatura máxima e dai segue para o primeiro reator. Como a reação é endotérmica, a temperatura cai com o avanço das reações até atingir a temperatura mínima quando é retirada do reator e levada para a fornalha para retornar a temperatura máxima seguindo para o segundo reator. Onde tudo se repete. Normalmente são necessários três ou mais reatores para alcançar o resultado desejado. Saindo do último reator a fração reformada segue para as fracionadoras se o objetivo for insumos petroquímico. Se o objetivo for aumento do numero de octanas, então a nafta reformada é denominada gasolina de reforma e vai se juntar ao pool de gasolinas da refinaria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário